VerAve

14 dezembro/ 2014 


Vera voou como não tinha visto. Voar voam muitos : ela voou +bonito.
E era tudo tão fácil & força graça garra e riso dançaram todos sem distância sem emendas nem conflito. Só leveza natural de são suave & desenhada no céu sem final nem início.
VerAve pousou e seguiu pelos pés (sua segunda natureza) fiapos do céu inda andam enrodilhados pelos seus dedos...a arte de pousar sem se perder do grande sentido.






Nenhum comentário:

Postar um comentário